UNITEC

Ribeirão das Neves - MG

Ciência e Tecnologia

Descrição da Obra

Para a escolha do terreno de implantação, foram realizados diversos estudos, afim de atender nível extremo de planejamento e técnica, implosões foram feitas por cerca de dez quilómetros da fábrica, medindo o nível de vibração, já que o exigido deveria ser igual a zero. 

 

Também foi medido o nível de vibração derivado da rodovia BR040, que liga Belo Horizonte a Brasília, a qual que teve grande impacto vibratório e foi decisiva para a concepção do projeto e escolha de sistemas construtivos e materiais.

 

O controle ambiental foi outro fator decisivo para definição de projeto e técnicas construtivas, mantendo uma área de preservação ambiental de cerca de 56 mil m², quase um terço do terreno total ( 160 mil m²).

 

Houve reaproveitamento no processo de terraplanagem, fazendo a movimetação de terra apenas dentro do terreno, sem nenhum tipo de transporte externo necessário.

Atender essas exigências foi essencial para o primeiro entendimento do projeto e sua premissa, uma vez que indústrias de alta tecnologia precisam preservar o ambiente para seu funcionamento.

Desafios

O grande desafio do projeto foi atender todas as exigências da produção e do ambiente da chamada Clean Room, já que as minúsculas peças não podem ser maculadas por nenhum elemento alheio ao processo de produção.

 

O ar e a água utilizados precisam encontrar níveis ideais de pureza, assim como não pode haver variação de temperatura. Trepidações e vibrações precisam ser neutralizadas assim como a energia elétrica não pode ser interrompida nem por uma fração de segundo.

A produção de semicondutores  exige que os 4200m² projetados estejam isolados, em condições invariáveis e com um funcionamento constante, evitando também vibrações internas e externas.

 

A Clean Room deve ser ser cem vezes mais estéril que um centro cirúrgico.

Solução

Diferencial Matec

A construção de uma fábrica de semicondutores é um esforço que exige, ao mesmo tempo, criatividade na concepção e rigidez técnica na execução, levando a equipe Matec entender todo o processo de produção de um semicondutor e coordenar uma equipe internacional com projetistas e consultores brasileiros, alemães e norte-americanos.
 

Quebrar alguns tradicionais princípios da engenharia, se mostraram necessários desde o primeiro desafio da obra, como por exemplo, começar a fábrica pelo primeiro andar , já que  quando a fábrica entrasse em operação, não poderia haver interrupções.

Pela necessidade de alimentação energética constante, duas linhas de transmissão diferentes foram projetadas, de diferentes origens, continuando o abastecimento, mesmo que outra falhe. Por essas exigências, todo o sistema do edifício foi pensado em dobro.

Toda a arquitetura, material e construção foram pensados para atender essas exigências, encontrando soluções precisas para espessuras de piso, tamanho das lajes, sistemas de abastecimento e fechamentos.

Devido a complexidade das instalações desse projeto, toda a planta foi modelada e gerenciada através da ferramenta BIM, trazendo uma precisão centimétrica, e locando todas as instalações no local exato de passagem , assegurando que estas não interfiram com os demais subsistemas.

Foi necessário atingir excelência desde a concepção até a execução.

O prazo contratual foi de 24 meses, sendo três destinados ao desenvolvimento do projeto e contratações necessárias para iniciar a construção, através de um contrato “design to build”.

Registros

 
Mostrar Mais